segunda-feira, 15 de agosto de 2016

São Paulo recebe exposição com esculturas feitas de Lego

Obras criadas pelo artista Nathan Sawaya inclui reproduções de trabalhos de Rodin e Edvard Munch

 

 As obras de arte criadas com mais de um milhão de blocos de Lego visitam São Paulo entre os dias 11 de agosto e 30 de outubro. A exposição "Art Of The Brick" ocupa a Oca, no Parque Ibirapuera, com personagens e objetos criados pelo artista Nathan Sawaya. As entradas custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

 

Vale muito conhecer!


segunda-feira, 27 de junho de 2016

Formação Projeto LEGO 2016 - Professores de 1º ao 5º ano da rede municipal.

Conhecendo o Kit

Construções criativas de cada grupo

Montagem do Planetário

Construindo uma Roda Gigante

Equipe vencedora das Olimpíadas LEGO

Medalha "Surpresa"

Encerramento!

Agradeço a participação de todas essas Professoras fantásticas que contribuíram para uma formação rica em troca de experiências e acima de tudo muito divertida.
Adorei conhecer vocês!
Lego abraços e até breve!

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Oficina de Robótica na EMEF Prof. Paulo Guimarães

Com o objetivo de enriquecer as aulas LEGO, no dia 12 de abril a Coordenadora Tatiana Panossi da EMEF Prof. Paulo Guimarães organizou um HTPC diferente para os professores de 1º ao 5º ano.

A convite da Coordenadora da escola o  estudante Luiz Cláudio Gomes de 17 anos, aluno do 3º ano do ensino médio da escola SESI palestrou sobre sua vivência nas aulas de robótica LEGO e realizou uma oficina com os professores onde focou na resolução de problemas.
Luiz disse que a  paixão foi tanta que as aulas influenciaram a escolha de sua profissão,
que pretende ser Físico e contou que ainda este ano irá fazer um estágio na estação espacial da NASA nos EUA.

Parabéns Luiz , sorte e muito sucesso!!!!
Lego abraços!

quarta-feira, 30 de março de 2016

CEI Prof. Jurema Ramos Cordeiro (Santa Maria) é contemplada com o Projeto LEGO

 
 

 
 A Prefeitura de Botucatu através da Secretaria Municipal de Educação, realizou no dia 24 deste mês a entrega do kit pedagógico Lego para o Centro de Educação Infantil (CEI) - “Profª Jurema Ramos Cordeiro”, localizado no Residencial Santa Maria, região sul de Botucatu. A unidade de Educação Infantil, que foi inaugurada em dezembro de 2015, passa a contar a partir de agora com mais este recurso de aprendizagem pedagógico. Com mais esta escola beneficiada, o Projeto Lego chega ao total de 10.500 crianças atendidas na Rede Municipal de Ensino.
 
 


A entrega dos materiais na unidade infantil ficou por conta da secretária de Educação, Alessandra Lucchesi de Oliveira, que contou com a presença da supervisora escolar Lilian Colpas; da gestora Ana Lucia Silva; da responsável pelo Projeto Lego e coordenadora pedagógica de projetos, Cristiane Maria Paganini Messias. O evento também contou com a presença de familiares da patronesse da escola e de pais dos alunos.

Para a secretaria Alessandra Lucchesi de Oliveira, além de proporcionar o brincar para os alunos, o Projeto Lego tem todo um estudo pedagógico para se trabalhar com o material. “Os professores irão desenvolver todos os eixos da Educação Infantil com as crianças através desse material pedagógico. Eles vão aprender fazendo. O educador irá trabalhar a educação motora, a percepção visual, as operações de matemática, linguagem oral e escrita, movimento, entre outras atividades”, comenta Alessandra.

 

 

terça-feira, 29 de março de 2016

Brincar de LEGO pode ajudar crianças com necessidades especiais


Muitos estudos educacionais e na área da saúde realizados na Inglaterra e Estados Unidos descobriram que brincar com o LEGO pode auxiliar no desenvolvimento e reforçar habilidades sociais e do brincar como:

– Comunicação verbal e não-verbal

– Atenção conjunta

– Foco na tarefa

– Compartilhar e Transformar

– Resolução de problemas de forma colaborativa

COMO FUNCIONA A TERAPIA COM LEGO:

Construir com as peças do Lego é uma experiência multi sensorial e pode ser adaptada para qualquer necessidade, tais como: deficientes visuais, deficientes auditivos, pessoas com dificuldade nos movimentos, autismo ou déficit de atenção. Entretanto, o formato para a maioria dos programas de Lego terapia são os mesmos:

1- Definir as regras do jogo:

Os participantes devem criar regras simples, que serão colocadas em lembretes.  Então, o grupo faz a escolha de um projeto que não seja muito difícil nem muito fácil.

2- Atribuindo funções: 

Cada participante é responsável por uma função, e estas são trocadas durante a atividade.

Engenheiro: Supervisiona o design e garante que o projeto será seguido.

Construtor: encaixam as peças para construir o projeto.

Fornecedor:  faz o controle do tipo e cor das peças que serão necessárias e entrega para o construtor.

Diretor: Certifica que o time está trabalhando em conjunto  e que existe comunicação entre as pessoas.

3- Os princípios da terapia do brincar:

A terapia com LEGO traz grandes benefícios quando incorporados ao brincar:

– Criando um tempo e espaço dedicado à atividade;

– Utilizando a comunicação não-verbal sempre que possível;

– Usando uma linguagem declarativa ao invés de ordens e questionamentos;

– Unindo e desafiando em cada etapa da atividade;

– Encorajando a colaboração e iniciativa;

Se isto tudo parecer muito ambicioso, comece apenas com um ou dois elementos da terapia do brincar e gradualmente expanda o repertório. O legal do Lego é que você pode iniciar do zero em qualquer momento.  Você pode seguir as instruções de um livro, improvisar todo o projeto ou fazer um pouco de cada. Em casa , nós geralmente começamos construindo exatamente um projeto como é mostrado no livro, depois modificamos este projeto e então misturamos com outras ideias – deixando a inspiração nos levar.

4- O papel do adulto

Os sentimentos podem ser fortes durante o projeto de Lego. Em geral existem participantes que insistem em fazer as coisas da forma correta, enquanto outros adoram tentar coisas de muitas formas diferentes.  O adulto irá incentivar interações positivas, sugerir compromissos, fornecer ajuda quando necessário e manter o grupo envolvido na atividade.

5- Outras idéias



A LEGO oferece aplicativos gratuitos que possibilitam a construção virtual:

– BRICKS & MORE: Aplicativo para tablets e celulares, indicado para crianças a partir dos 4 anos.

– LEGO DIGITAL DESIGNER: Aplicativo para computadores, indicado para crianças a partir dos 5 anos, os usuários podem compartilhar suas criações no site da Lego. É uma boa introdução ao design no computador.

– MASTER BUILDER ACADEMY (MBA): é um programa online de treinamento para construtores avançados.

A terapia com LEGO iniciou porque terapeutas perceberam que crianças e adultos naturalmente se dirigem ao Lego quando estão em uma sala cheia de brinquedos. É uma forma divertida de explorar necessidades específicas e novas habilidades.

Fonte: www.terapiamovimente.com.br